Quilmes, el sabor del encuentro!

Em um belo dia de outubro de 2011, me deparo com a seguinte notícia:

“Foo Fighters confirma sua presença no Quilmes Rock 2012”.

Primeras reações: pular de alegria, gritar igual a uma louca, pensar “obrigada Deus!Eu amo Buenos Aires!”.

A segunda reação foi convencer alguma alma santa a me acompanhar e usar todo o discurso do “eu PRECISO ir”. Obviamente que dentre as almas santas estão incluídas minha maravilhosa mãe e minha irmã com seu estilo rocker!

Mas vamos por partes: o que é o Quilmes Rock?

Quilmes é uma marca de cervejas super famosa por aqui. A marca foi fundada em 1890 e desde então desenvolveu vários sabores, tamanhos e comerciais ótimos! (quer uma prova?Escreva no youtube “Cerveza Quilmes” e se divirta!).

O Quilmes Rock é um evento produzido pela cervejaria onde reúne artistas internacionais e locais em um grande festival de música. A primeira versão aconteceu em 2003 e foi dedicada a artistas locais. Na segunda edição,em 2004, os artistas internacionais já aparecem como atrações especiais e o festival ganha peso (nesse ano contaram com a participação dos Paralamas do Sucesso, Café Tacuba e The Offspring). Desde então, bandas como Aerosmith, Bad ReligionKeaneEvanescenceIron MaidenKissRadioheadSepulturaMetallicaJack JohnsonJamiroquai passaram pela cidade marcando presença no festival.

Esse ano as grandes estrelas anunciadas eram Foo Fighters, Joan Jett and The Blackhearts, MGMT e Artic Monkeys. A sensação e grande diferença desse ano era que a banda de Dave Grohl estaria nos dois dias dedicados a bandas internacionais. Os fãs (a fã de carteirinha assumida aqui enlouqueceu a família) surtaram! O Foo Fighters nunca em seus 17 anos de estrada tinham pisado em terras argentinas! As vendas bateram record no primeiro dia.

Mas vamos ao evento. Assim como grande parte dos shows internacionais,o Quilmes Rock é realizado no Estadio Monumental Nuñez (ou para os íntimos Estadio River Plate). Fica no bairro de Nuñez e é o maior estádio da Argentina.

Estadio Monumental de Nuñez

Organização do evento: excelente. Filas bem feitas, indicações durante todo o percurso até o estádio, vistoria em mochilas. Bem seguro mesmo.

Compramos no setor General Sivori que era o mais baratinho (180 pesos, cerca de 80 reais) e por isso mais afastado porém de frente para o palco. Primeira surpresa positiva do dia: como o show era em uma terça-feira, não estava muito cheio e nos passaram para o setor Platea Baja. Na hora do show ainda conseguimos mudar para a Platea Baja Preferencial e já aviso que pra quem está disposto a gastar um dinheirinho, vale muito a pena!

Vista do setor Platea Baja (setor L)

Vista Platea Baja Preferencial

Os shows foram excelentes. Jauja com o rock argentino representou bem o país e foi seguido pela veterana enxuta Joan Jett acompanhada de sua banda The BlackheartsCrosses e suas duas incríveis baterias no palco, Band of Horses foi uma ótima descoberta para nós e MGMT com seu show psicodélico.

Mas a verdade é que eu estava ali pra ver Dave Grohl e companhia. Aquela coisa de fã que sempre sonhou em ver o show. Em ver ele gritando até não aguentar, em formular frases gentis e amáveis mesmo com seus inúmeros palavrões e xingamentos! Posso dizer que foi lindo! Inesquecível!

Fonte: Facebook oficial Foo Fighters

Fonte: Facebook oficial Foo Fighters

Fonte: Facebook oficial Foo Fighters

Estava bem vazio pra um evento deste porte, mas isso não tirou a alegria e empolgação da plateia (na verdade, para o público foi até melhor porque todos conseguiram uma melhor posição no estádio e portanto uma melhor visão do show).

Setlist composto só de clássicos, público cantando todas com toda sua força, os membros da banda sorrindo de orelha a orelha, conversando com a plateia. Na saída a sensação era de euforia. Quer uma prova? Aqui está:

Evento recomendadíssimo! Pra quem se animar a conhecer, as primeiras informações começam a surgir em Setembro/Outubro. A venda é feita pelo Livepass e o site te dá todas as informações sobre pontos de venda (caso esteja em Buenos Aires. Comprei o meu na La Transtienda em San Telmo), como retirar seus ingressos (geralmente é no dia do show pra quem compra fora da Argentina. Quem é daqui há opção de retirar ou receber em casa), formas de pagamento, essas coisas.

Alguns conselhos a marinheiros de primeira viagem,vindos de uma iniciante:

  • Cuidado com os ingressos: compramos os nossos em Novembro, saímos para as festas de fim de ano no Brasil e quando voltamos os tickets estavam BEM apagados (sim, com a impressão bem fraca). Não sei como aconteceu, dizem que talvez foi o calor. Portanto para não terem a mesma dor de cabeça que eu tive (felizmente me disseram que não teria problema e na verdade nem olharam direito na entrada), guardem bem ventilados, longe de qualquer fonte de calor.
  • Procure saber que horas começam os shows: no ingresso estava marcado 17 horas, mas uma semana antes saíram os horários oficiais : o evento começava as 15 horas. Quem seguiu o informe do ticket, perdeu pelo menos uns 3 shows (incluindo o da estrela Joan Jett).
  • Comes e bebes: apesar do festival ser patrocinado por uma indústria de cerveja, durante a festa é proibida a venda e o consumo de bebidas alcoólicas.Há pontos de venda (dentro do estádio mesmo) de refrigerantes/água (pratique o desapego: 15 pesos cada copo de Coca-Cola ou garrafa de água) e de hambúrgueres/pizza.

Quem se animar para ano que vem, me escreva!Quem sabe não nos esbarramos por lá?

Anúncios