Uma livraria que parece de livro

Capital Mundial do Livro. Sabia que Buenos Aires ganhou este título pela Unesco em 2011? E sinceramente? Mereceu a honra. A variedade (e quantidade) de livrarias, ações que promovem a leitura e qualidade dos livros implementados pelas escolas como leitura obrigatória merecem ser elogiadas.

“Torre de Babel de Livros” na Plaza San Martín em 2011: obra realizada em homenagem ao títuto de Capital Mundial do Livro. A autora, Marta Minujín, utilizou 30 mil exemplares (doados) de 54 países.

Toda essa introdução foi para falar sobre a livraria mais linda de todas: El Ateneo Grand Splendid.

O diferencial do local é que trata-se de uma livraria com a estrutura de um teatro. Isso porque conserva a arquitetura do antigo teatro Gran Splendid.

O edifício foi iniciado em 1917 e terminado em 1919 pelo empresário austríaco Mordechai David Glücksman. O objetivo da obra era implementar um cine-teatro com capacidade de 500 pessoas. Recebeu o nome de Gran Splendid.

Grandes personalidades do tango passaram por lá. Carlos Gardel começou a gravar pelo selo Nacional Odeón em 1920 no próprio edifício Splendid, já que Glücksman havía instalado a gravadora no próprio edifício. Segundo a fonte de pesquisa, dizem que neste lugar o austríaco ensinou a Gardel uma maneira de dar mais potência a sua voz nas gravações: o cantor ficava atrás de uma cadeira e segurava o encosto dela com as mãos e dessa forma sua caixa torácica se expandia (e daí toda a potência vocal). O local onde Gardel gravava ainda existe no edifício, mas não é de acesso público.

Ainda não se convenceu da grandiosidade do local? O jornal britânico The Guardian elegeu El Ateneo como a segunda livraria mais bela do mundo.

Prepare-se para perder o ar…

A marca El Ateneo possui 34 livrarias espalhadas pela Argentina. Essa do post fica na Recoleta. Possui a maior quantidade e diversidade de toda a cadeia: são 120.000 títulos em estoque.

Como já disse, mantém toda a estrutura do antigo cine-teatro: a cúpula pintada, os camarotes originais, todas os rococós que tem direito.

Você pode sentar e ler algum livro sem qualquer obrigação de comprar. Várias pessoas fazem isso, calmamente, sem qualquer pressão. Inclusive alguns camarotes servem como sala de leitura.

Camarote com uma poltrona te esperando para uma boa leitura…

A cúpula foi pintada em 1919 por Nazareno Orlandi e é uma representação da paz ( em homenagem ao fim da Primeira Guerra Mundial). A paz está representada por uma figura feminina sobre uma escada rodeada de flores. Os representantes do mundo em conflito estão ao seu redor, festejando o restabelecimento de seu poder. Para complementar o sentimento de alegria, estão presentes guirlandas de flores, anjos e ninfas.

No subsolo há seção de livros infantis, a parte musical e de cinema. O último andar é destinado a exposições. Até o palco foi aproveitado: ali funciona um café.

É um passeio delicioso de ser feito. Juro que cada vez que entro lá, fico sem fôlego com a beleza.

Vale lembrar que é um ponto turístico, então prepare-se para encontrar muitas pessoas tirando fotos por todos os lados, inclusive bloqueando alguns corredores. Mas vale muito a pena conhecer! Todos amigos e familiares que vem nos visitar são levados até lá e o comentário é sempre o mesmo : “Nossa….”.

Depois me conta o que achou!

Pra quem ficou curioso:

El Ateneo Gran Splendid – Av.Santa Fe 1860 – Recoleta.

Segunda a Quinta: 9 a 22h.

Sexta e Sábado: 9 as 24h.

Domingos: 12 a 22h.

Fonte de pesquisa: Wikipedia

Anúncios