Cinema argentino? Sí,como no!

Já tem algum tempo que tenho programado um post sobre o cinema argentino. Confesso que ainda não tinha uma listinha de filmes favoritos, mas essa realidade vem mudando. A verdade é que tem se tornado um hábito aqui em casa, a busca por filmes argentinos.

O cinema por aqui é super valorizado, orgulho nacional mesmo. Quer um exemplo? Essa semana, dos 15 filmes em cartaz, 5 são produções nacionais. E tem público. Muito público.

A Argentina é o único país latino americano que já ganhou o Oscar por Melhor Filme Estrangeiro. E ganhou duas vezes: em 1986 com “La historia oficial”  de Luis Puenzo e recentemente, em 2010, com “El secreto de sus ojos” de Juan José Campanella.

Nossa lista não é tão vasta, mas os três filmes que citarei aqui foram unanimidade nas críticas positivas. Tem pra todos os gostos: suspense/policial, comédia (um pouco ácida, mas igualmente divertida!) e comédia romântica.

* El secreto de sus ojos (2009)

Foto: Reprodução

Como já citei anteriormente, “O segredo de seus olhos’ (título em português) é o vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2010.

Sinopse: Benjamin Esposito (Ricardo Darín) se aposentou recentemente do cargo de oficial de justiça de um tribunal penal. Com bastante tempo livre, ele agora se dedica a escrever um livro. Benjamin usa sua experiência para contar uma história trágica, a qual foi testemunha em 1974. Na época o Departamento de Justiça onde trabalhava foi designado para investigar o estupro e consequente assassinato de uma bela jovem. É desta forma que Benjamin conhece Ricardo Morales (Pablo Rago), marido da falecida, a quem promete ajudar a encontrar o culpado. Para tanto ele conta com a ajuda de Pablo Sandoval (Guillermo Francella), seu grande amigo, e com Irene Menéndez Hastings (Soledad Villamil), sua chefe imediata, por quem nutre uma paixão secreta.

Página oficial: http://www.elsecretodesusojos.com/

* Un cuento chino (2011)

Foto: Reprodução

Um argentino e um chinês unidos por uma vaca que caiu do céu

Só por essa frase, um tanto quanto curiosa, já ganhou nossa atenção!

A estrela do filme também é o ator Ricardo Darín. Super famoso, conceituado e talentoso, é um dos mais importantes nomes do cinema argentino.

Sinopse: Ricardo Darín é Roberto, um veterano da Guerra das Malvinas que vive recluso em sua casa há vinte anos e coleciona manias. Mas esta história é também de Jun, um chinês que apareceu na vida de Roberto depois de ser roubado e arremessado de um táxi em Buenos Aires. Roberto não fala chinês e Jun não fala espanhol. Roberto procura o isolamento e Jun, um tio, seu único parente vivo. Apesar das diferenças e dificuldades Roberto e Jun descobrirão o real motivo deste encontro inusitado: uma vaca que caiu do céu.

Página oficial: http://www.uncuentochino.com.ar/

* Medianeras (2011)

Sinopse: Martin (Javer Drolas) está sozinho, passa por um momento de depressão e não se conforma com a maneira com a cidade de Buenos Aires cresceu e foi construída. Como trabalha de casa, pouco sai e fica o tempo todo conectado na internet. É através dela que conhece Mariana (Pilar López de Ayala), aficcionada por chats. Eles iniciam um relacionamento virtual, sem saber que moram na mesma quadra.

 

Além das histórias serem boas é uma maneira de treinar o ouvido para o castellano, tentar imitar a maneira como falam e aprender expressões próprias daqui.

Já temos outros títulos a serem vistos, como “O último Elvis” (que causou um verdadeiro furor esse ano e que muitos acreditavam que seria o escolhido para representar a Argentina no Oscar 2013) e “Infância Clandestina” (que foi o eleito ao Oscar 2013).

Gostou de algum outro filme? Quer indicar pra gente? Comente aqui no post!

Anúncios