Com vocês, Abel Pintos.

Quando viemos morar aqui, confesso que era uma total alienada no quesito música argentina. Não sabia o que escutavam, quais eram os cantores e bandas de sucesso, nada!

O tempo foi passando, ouvia as rádios, descobri quais eram as músicas mais tocadas, mas nada tinha realmente chamado a atenção.

Até que um dia, minhas irmãs chegaram do colégio dizendo que iam se apresentar com um cantor famoso daqui e que estavam todos empolgadíssimos (menos elas, obviamente porque nem sabiam quem era o dito cujo). Ensaiaram, cantarolavam em casa e, enfim, chegou o dia do show. Fomos sem nenhuma expectativa. Na verdade, fomos pra dar um apoio moral a elas que iam cantar em castellano com apenas meses de conhecimento da língua.

O show começou e… pausa para dar expectativa. Vou apresentar-lhes o cantor.

A atração da noite, que ia cantar com as crianças-adolescentes, era Abel Pintos. 

Foto: reprodução

Abel Pintos nasceu em Bahia Blanca, província de Buenos Aires, mas se criou em Ingeniero White. Começou a vida musical com 7 anos (em uma apresentação na escola) e tinha apenas 13 anos quando se tornou uma das vozes mais promissoras do folclore argentino.

Assinou seu primeiro contrato em 1997, obteve dico de ouro com seu primeiro trabalho e desde então nunca mais parou. Seu atual trabalho (Sueño dorado) já é disco de ouro e platina.

A questão é: nos divertimos muito no show! Imagine um coral formado por cerca de 50 estudantes, nervosos, tendo que cantar com alguém famoso. O grande diferencial é que o tal famoso, era de uma gentileza e simpatia fora do normal. Fez questão de colocá-los como peça principal da apresentação. Depois dessas músicas, convidou os alunos a se sentarem e então apresentou seu próprio show.

Afinação, animação, mais simpatia ao conversar com o público, uma banda super talentosa. Desde então, sempre o indicamos a quem quer conhecer um pouco da música argentina.

Abelito, como é chamado carinhosamente pelos hermanos, canta um estilo conhecido como “folklore” (não consegui achar uma definição clara para explicá-lo) e seus shows sempre estão lotados. Sei que gosto musical é uma questão bem particular, mas acho que vale a pena escutar pelo menos pra conhecer. E dizem que a música é uma ótima forma de aprender e treinar outro idioma.

Deixo com vocês o programa Encuentro en el Estudio do canal Encuentro. Além de músicas o cantor conta um pouco de sua trajetória. Depois nos contem o que acharam.

 

Anúncios