O que você tem que comer em sua primeira viagem a Buenos Aires!

O post de hoje é dedicado a todos os amigos que vivem me perguntando o que tem de bom, o que é indispensável comer na primeira vinda a Buenos Aires. É bem básico, pra copiar no caderninho de viagem e não largar mais!

Pois bem: o que é essencial, o que não posso deixar de comer? Esquece a dieta e se joga!

* Carne: Óbvio, certo? A Argentina é mundialmente famosa por suas carnes e garanto que a fama não é em vão. Deliciosas, suculentas, macias, tudo o que você pode sonhar de um belo bife! 

Onde provar: lugares não faltam. Parrillas e mais parrillas espalhadas pela cidade. Gostamos bastante do La Dorita, Don Ernesto, Don Julio, Miranda. O famosíssimo La Cabrera é o preferido pelos brasileiros (mas esses que vos falam nunca foram no estabelecimento).Tem para todos os gostos, para todos os bolsos, para todas as fomes!

Bife de chorizo mariposa suculento...

Bife de chorizo mariposa suculento…

* Empanada: a queridinha das festas, reuniões entre amigos, a comida rápida por excelência! É tipo um pastel assado e os recheios mais clássicos são os de carne picada, frango, presunto e queijo, caprese, humita (milho).

Onde provar: toda pizzaria que se preze tem empanadas. Gostamos bastante das do San Juanino, El Noble, da rede de pizzarias Kentucky  e as preferidas do momento são as do 1810 Cocina Regional (em breve post!).

Caprese

Caprese

* Doce de leite: claro minha gente! Vir pra Argentina e não provar doce de leite é uma heresia! Digo mais: é um desafio! Quase todos os doces tem doce de leite. Tortas, chocolates recheados, panquecas… Tem que comer porque é maravilhoso e ponto! Para os mais animados, sugiro ir a um supermercado comprar um pote do La Serenísima estilo Colonial (o melhor na nossa opinião) e comer de colher, diretamente do pote! (deixa no frigobar do hotel e se delicie depois de um longo dia de caminhada). Pra quem não é tão animado há outra opção tentadora que é a La Salamandra (dulce de leche & mozzarella bar) em Palermo Soho: um café da famosa marca de doce de leite La Salamandra que tem doce de leite por todos os lados. Se joga!

Onde provar: em todos os cantos de Buenos Aires você vai encontrar algo de doce de leite!

* Sorvete: o famoso helado argentino é realmente imperdível! Várias marcas, todas dividindo corações e preferências. Temos sabores preferidos em cada uma delas.

Onde provar: Freddo, Un´Altra Volta, Persicco, Jauja, Munchi´s… nosso conselho: vá provando todas até encontrar a sua favorita!

Jauja heladeria Palermo Botánico Buenos Aires

* Medialuna: pra quem vai ficar em hotel, esse é um item fácil de ser encontrado. Todo café da manhã que se preze tem que ter medialuna. São uma espécie de croissant, mas um pouco menos folheado. As medialunas de manteca são mais fofinhas, gordinhas e geralmente são doces (com um meladinho de açúcar por cima). As medialunas de grasa são mais sequinhas, folheadas e geralmente são salgadas. Pra quem vai ficar em um apartamento de temporada, não tem problema: elas podem ser encontradas em cafés e padarias.

Onde provar: gostamos bastante das Medialunas del Abuelo, L´epi Delicity. Mas também tem as famosas do Los Molinos que agradam bastante.

medialunas de manteca

*Alfajor: item por excelência nas malas dos turistas. Levam de presente para amigos e família, pras próprias casas pra estender um pouquinho a sensação do “continuo na Argentina”. Variados recheios desde o clássico doce de leite, passando por mousse de chocolate, frutas vermelhas, nozes.

Onde provar: o mais famoso de todos é o Havanna. Mas confessamos que não é o nosso preferido. O queridos do coração são dois: Cachafaz e Jorgito. Ambos são vendidos em grandes supermercados. Conselho: compre a unidade em algum kiosko espalhado pela cidade, prove e depois compre a caixa maior no supermercado. Não deixe de provar o Cachafaz sem cobertura de chocolate, o chamado “alfajor de maicena” (tipo esse da foto): preferido e o melhor! A Abuela Goye tem um de chocolate com amêndoas e outro de frutos vermelhos que são deliciosos também.

alfajores-maizena

* Tostado de miga: um misto quente em um pão gigante e super fininho. Na verdade existem vários recheios, mas o mais tradicional é o de presunto e queijo.

Onde provar: a maioria dos cafés tem o tostado de miga no cardápio. Gostamos bastante do que tem no Café Tortoni mas te garanto que há vários saborosos espalhados pela cidade.

Foto: Pinterest I Love Buenos Aires

* Milanesa: o bife a milanesa aqui não é um bife qualquer. é um evento! Enorme!!! Diferente do nosso a carne é bem fininha e o bife fica super crocante.

Onde provar: As mais famosas provavelmente são as do El Club de la MilanesaPossuem várias coberturas possíveis e imagináveis. Também gostamos das do La Dorita ( a de frango com molho branco é um arraso!), da do El Preferido de Palermo e do sanduíche de milanesa do Miranda.

Milanesa El Club de la Milanesa Buenos Aires

Milanesa de frango com cobertura de queijo, tomate seco e rúcula do El Club de la Milanesa

* Chocotorta: tradicionalíssimo, torta presente em cada 10 de 10 festas argentinas. Lembra desse post aqui? Tem a história e a receita (super fácil).

Onde provar: Nesse mesmo post tem uma lista com as mais famosas. Nossas preferidas são as do Marfa, Salgado Alimentos e Pani.

Chocotorta con Nutella

Chocotorta con Nutella

* Sorrentino: dizem que esse tipo de massa só existe aqui por essas bandas. É uma espécie de raviole, mas mais gordinho e bem mais recheado. Incrível, só provando pra entender. Os recheios são os mais variados possíveis: presunto e queijo, legumes, caprese e até o de abóbora que eu juro que é uma delícia!

Onde provar: todos os restaurantes italianos tem sorrentino no menu. Gostamos muito dos do Salgado AlimentosOs da rede Casa Vecchia também são bem bons.

Sorrentino Salgado

* Choripan: o famoso pão com linguiça argentino. Mas é muito bom!!! Não é qualquer pão com linguiça! Prove!

Onde provar: os mais famosos são os dos carrinhos da Costanera Norte (próximo ao Aeroparque) e Costanera Sur (em Puerto Madero). Além desses lugares, toda parrilla que se preze tem choripan no cardápio. Gostamos bastante do “Choricampi” vendido no La Dorita: a linguiça é assada com a massa de pão. Incrível! Aqui tem uma lista dos melhores de Buenos Aires (também vamos provar!).

Foto: Pinterest

Agora partimos para o nível avançado. Para aquelas pessoas que já provaram todos os básicos e querem mergulhar de cabeça na cultura e gastronomia argentina.

Nível avançado

 * Mate: avançado somente para alguns, já que no Sul do Brasil a tradição do chimarrão é bem forte. Confessamos que não gostávamos (mesmo com família gaúcha, éramos as ovelhas negras) mas aqui tudo mudou e o hábito faz parte do nosso dia a dia. Nesse post aqui dicas de como preparar, história e melhores ervas.

Onde provar: bom pra fazer tudo direitinho, diria que na companhia de um argentino. Pra quem já tem o mate e a bombilla, é só comprar uma das ervas no supermercado e matear!

Foto: Pinterest

* Locro: é como se fosse uma feijoada argentina. É um é um ensopado a base de abóbora, feijão e milho. Super tradicional, está sempre presente nas comemorações pátrias do país.

Onde comer: o 1810 Cocina Regional tem um locro super famoso, assim como o San Juanino e Ña Serapia. Aqui tem uma listinha com o top 10 da cidade.

Foto: Pinterest

* Morcilla: argentino ama uma morcilla! Eu particularmente nunca me aventurei. É uma linguiça bem escura que não tem carne e sim sangue coagulado e arroz. Eles garantem que é uma delícia, uma ótima fonte de ferro (óbvio, com tanto sangue…).

Onde provar: todas as parrillas tem a tal da morcilla. Quem provar me conte se realmente é bom mesmo!

Faltou alguma coisa na lista? Conta pra gente nos comentários!

Anúncios