Dicas para o primeiro inverno em Buenos Aires

E o inverno chegou! A estação das baixas temperaturas (que vem dando o ar da sua graça durante os últimos dias), das árvores “peladas” e daquele céu azul deslumbrante. Muitos não acreditam no frio que faz aqui e outros se desesperam. Calma! No post de hoje, algumas dicas pra conseguir aproveitar a cidade no inverno.

inverno plaza las heras buenos aires

Cuidados pessoais

* Protetor solar e  manteiga de cacau: muitos podem achar estranho a indicação do filtro solar, mas explico: no inverno a pele fica super ressecada e o frio queima bastante. Sugiro um filtro solar para o rosto (pois o corpo estará protegido com as roupas), para não ficar com placas vermelhas e a sensação de pele repuxando.

A manteiga de cacau pelos mesmos motivos. Os lábios ficam super secos e podem incomodar bastante.

* Vestir em camadas: apesar de ser muito importante se proteger dos ventos gelados e do frio é importante levar em conta de que todos os lugares possuem calefação. Ao entrar em restaurantes, lojas, cafés, museus, shoppings certamente você sentirá um certo calorzinho com tantos casacos. A dica é pensar em todas as camadas: uma blusa de maga comprida por baixo, um casaco por cima e um casacão complementando (e assim basta retirar o casacão nos locais fechados). Segunda pele e calça térmica são bons aliados contra o frio.  Nesse post aqui falei sobre uma reportagem sobre esse tema.

* Cuidado com o vento: é super comum ver todos os argentinos usando cachecol e lenços para cobrir o nariz e a boca (estilo faroeste mesmo). Isso porque são frequentes os ventos bem gelados. Por mais que o dia esteja lindo, não se esqueça do vento! Kit básico para bolsa/mochila: cachecol/lenço, gorrinho (principalmente para as crianças!).

* Ligar tv antes de sair: essa é uma dica que não me canso de escrever aqui no blog. A tv é uma das suas melhores aliadas com relação a previsão do tempo: os canais abertos além de darem a previsão diária mantem constantemente um termômetro na tela indicando a temperatura e a sensação térmica. Confie nele! Volto a repetir: o fato de ter sol  não significa que não esteja frio,ok?

Combatendo o frio 

* Chocolate quente e cafés: saiu do hotel/apartamento, bateu perna na rua até dizer chega e está se sentindo gelado/gelada? Corre pra um chocolate quente ou pra um café bem quentinho!

O chocolate quente preferido da família é o da Tatan que contei aqui. A Abuela Goye também tem um bem gostoso. Pra quem não é de chocolate, pode correr para os vários cafés da cidade e tomar um belo capuccino (já adianto que o café expresso não é como no Brasil, aqui é um pouco mais fraco,ok?). Pra ver alguns dos cafés que visitamos, clique na Categoria Cafés aqui no blog.

Chocolate amargo com laranja

* Vinho: olha uma boa desculpa pra tomar um bom vinho argentino! As opções são várias: pedir um vinhozinho em um restaurante, ir a uma degustação de vinhos ou se divertir nas prateleiras dos supermercados. Na Categoria Vinhos damos algumas dicas de marcas encontradas nos supermercados. Pra quem quiser fazer uma degustação indicamos de olhos fechados o Anuva Wines (veja o post que fizemos aqui).

Anuva Wines degustação de vinhos Buenos Aires Argentina

* Sopa: uma bela sopa pra esquentar o estômago! Aqui é muito comum a sopa de abóbora (AMO!), de cebola, de verduras. A que mais gostamos é a de abóbora (calabaza) do B-blue. Tem post aqui e aqui.

Outro lugar que vem dando o que falar (mas que ainda não conhecemos) é o Toute da SoupeA proposta do pequeno local é oferecer opções de sopas caseiras. Quem já conhece conta pra gente o que achou!

* Massa: nada como uma boa massa pra aquecer o estômago. Opções aqui não faltam: Salgado Alimentos Il Ballo del Mattone são os restaurantes italianos preferidos da família. O Salgado é bem pequeno e tem que chegar cedo pra conseguir lugar (mas mesmo que tenha fila, vale a pena a espera).Veja o post aqui. O Il Ballo tem várias unidades e aceita reservas. Post aqui.

Penne ao scarparo

*Locro: pra combater o frio como um verdadeiro argentino! Prato super típico aqui, seria uma espécie de feijoada branca. É um ensopado a base de abóbora, feijão branco e milho. É a comida oficial de todos os feriados pátrios. A Gisele, do Aquí me Quedo, fez essa listinha com os melhores lugares para comer o prato.

Pelas ruas

Nos dias mais gelados prefira passeios em locais fechados ou inclua um local com calefação no meio do passeio.

Museus são uma ótima opção, assim como o planetário ou lojinhas. Algumas das regiões mais frias são os bosques de Palermo (vento de todos os lados porque é uma região bem aberta) e San Telmo (tem um vento que vem não sei de onde!). Mas não deixe de visitar o Jardín Japonés e ver todas as sakuras floridas (coisa mais linda!).

Outra opção é fazer como os locais e deitar na praça pra tomar um solzinho com um mate na mão. É tiro e queda: saiu sol, todo mundo vai fazer uma fotossíntese básica na grama das praças!

Sakura

Sakura

Não deixe que o frio atrapalhe a sua viagem. É gelado? É e muito! Isso vai atrapalhar a sua viagem? Sinceramente, isso só depende de você! Conheço gente que se amedrontou e passou toda a viagem dentro do hotel. Conheço outras que tremiam, colocavam camadas em cima de camadas de roupa e partiam pra rua na maior alegria. Junho e julho são os meses mais frios. Para os friorentos de plantão que querem um inverno mais light, aconselho fim de agosto e mediados de setembro. Dizem que há uma Buenos Aires para cada um. Basta saber escolher a sua,ok?

Tem outra dica? Deixa um comentário pra gente! 

 

Anúncios