Guia de museus de Buenos Aires: porque não faltam museus nessa cidade!

Sumiço sem fim aqui no blog, eu sei! Mas antes que alguém brigue comigo, vou avisando que as provas não me deixam em paz. Mas se tudo der certo, semana que vem volta a calmaria.

Como sei que estou devendo posts, o de hoje é gigante: um resumo com os principais museus de Buenos Aires, já pensando na “La Noche de los Museos” (evento no qual mais de 170 museus abrem suas portas de 20 a 3hs da madruga) que acontecerá no dia 15 de novembro. Para maiores informações sobre o evento, clica aqui.

Então prepare as pernas e aproveitem esse banho de cultura que Buenos te oferece!

* Buque Museo A.R.A. Fragata Sarmiento

É uma fragata de 1897 (dizem que uma das mais modernas da época) que virou museu em 1962. É considerada um Monumento Histórico Nacional. Tem exposto objetos das viagens e missões oficiais que realizou.

Onde: GORRITI JUANA MANUELA 600 – Puerto Madero

Foto:Reprodução

* Colección de Arte Amalia Lacroze de Fortabat

Uma importante coleção privada da senhora Amalia Lacroze de Fortabat. Foi inaugurada em 2008 e reaberta em 2012. Possui mais de 150 obras de artistas internacionais como Rodin, Warhol, Turner, Dalí e Blanes, assim como de artistas argentinos como Badii, Berni, Quinquela Martín, Noé, Pérez Celis, Fader, Soldi e Xul Solar.

Onde: COSSETTINI, OLGA 141 – Puerto Madero

Para maiores informações: www.coleccionfortabat.org.ar

Foto:Reprodução

* Museo de Arte Latinoamericano (Malba)

Aloja a coleção de arte da Fundación Costantini, com aproximadamente 400 obras (pinturas, esculturas, fotografias e objetos) de grandes artistas latino-americanos do século XX. Na Coleção Costantini se destacam as obras de Frida Kahlo, Roberto Matta, Diego Rivera, Joaquín Torres-García, Antonio Berni, Jorge de la Vega, Tarsila do Amaral, Pedro Figari, Lygia Clark e Guillermo Kuitca. Vivo colocando posts dele aqui no blog! Além das obras fixas, regularmente apresentam exposições temporárias (sempre ótimas) de artistas de todo o mundo (esse ano já tivemos Mario Testino, Le Parc…). Vale sempre a pena dar uma passadinha pra visitar o Abapuru e a Frida,né?

Onde: FIGUEROA ALCORTA, PRES. AV. 3415 – Palermo

Para maiores informações: www.malba.org.ar

MALBA Palermo Buenos Aires

* Museo Evita

Abriu suas portas ao cumprir 50 anos do falecimento de Evita. Tem un importante patrimônio: vestimentas, objetos pessoais, material gráfico, lembranças familiares. No pátio há um café-restaurante famoso por seus crepes.

Onde: LAFINUR 2988 – Palermo

Para maiores informações: www.museoevita.org

Foto: Reprodução

* Museo Xul Solar

A casa do artista Xul Solar foi reestruturada para dar lugar ao museu. Além das obras que abarcam diferentes períodos de sua pintura, se podem observar objetos pessoais, jogos e documentos.

Onde: LAPRIDA 1212 – Barrio Norte

Para maiores informações: www.xulsolar.org.ar

Foto: Reprodução

*Museo de Artes Plásticas Eduardo Sívori

Inaugurou em 1938 como o Museo Municipal de Bellas Artes. Seu patrimônio é representativo das artes plásticas argentinas, especialmente da primeira metade do século XX. Dedicado a arte argentina, sua coleção de mais de 4200 obras inclui pinturas, desenhos, tapeçaria, etc. Há obras de Spilimbergo, Badii, Berni, Pettoruti, entre outros. Tem um pátio de esculturas fechado e uma biblioteca especializada. Sívori (1847-1918) foi pintor e desenhista. Um de seus quadros mais famosos, “El despertar de la criada”, está exposto no Museo Nacional de Bellas Artes.

Onde: ISABEL, INFANTA AV. 555 (perto dos bosques de Palermo) – Palermo

Para maiores informações: museosivori.org

* Museo Anne Frank 
Inaugurado em 2009 (ano no qual Anne completaria 80 anos), é uma réplica da casa de Anne Frank, o museu é o primeiro na América Latina e o terceiro no mundo. O acervo conta com documentos, fotos e pertences originais. Há uma reprodução do quarto, cozinha, banheiro, sala e uma réplica da estante que servia de entrada para o anexo.
Onde: Superí 2647
Para maiores informações: www.centroanafrank.com.ar/museo

Foto: reprodução

* Museo del Automóvil Club Argentino

Se encontram veículos do fim do século XIX e começo d0 século XX em excelente estado de conservação, e também peças automobilísticas da época. Também se encontram automóveis esportivos que foram utilizados por grandes nomes do esporte automobilístico da Argentina no século passado.

Onde: DEL LIBERTADOR AV. 1850 – Recoleta

Para maiores informações: www.aca.org.ar

Foto: Reprodução

* Museo Nacional de Arte Decorativo

O palácio que o aloja é de estilo neoclássico e é uma obra de 1911 do arquiteto francês René Sergent. Sua decoração demonstra o mode de vida de um setor da sociedade argentina de princípios do século XX. A coleção permanente do museu está integrada por móveis, esculturas, porcelanas, pinturas e tapeçaria européia e oriental dos séculos XIV ao XX. Seu patrimônio inclui obras de El Greco, Corot, Fragonard, Manet, Boudin e Fantin Latour.

Na entrada há o café Croque Madame, super charmoso.

Onde: DEL LIBERTADOR AV. 1902 – Recoleta

Para maiores informações: www.mnad.org

Foto: Reprodução

* Museo Nacional de Bellas Artes

Outro queridinho da família, o Museo Nacional de Bellas Artes é um dos museus mais importantes da América Latina e o que tem a maior coleção de arte argentina do país. Dentro do patrimônio de arte internacional do museu se destacam obras de El Greco, Goya, Rodin, Rembrandt, Rubens, Renoir, Degas, Cézanne, Chagall e Picasso. Entre os pintores argentinos mais importantes, possui obras de Cándido López, Lino Enea Spilimbergo, Prilidiano Pueyrredón, Fernando Fader, Benito Quinquela Martín, Xul Solar, Antonio Berni, Carlos Alonso e Antonio Seguí.

Onde: DEL LIBERTADOR AV. 1473 (pertinho da Floralis Genérica e da Facultad de Derecho)- Recoleta

Para maiores informações: www.mnba.org.ar
museu nacional de bellas artes

* Museo Participativo de Ciencias

Outro museu pra levar a molecada, aqui o lema é “Proibido não tocar”. Possui várias salas temáticas: Percepção Visual (relacionada com as ilusões ópticas), Mecânica (leis e princípios que regem o mundo mecânico), Tech (todo lo relacionado com a tecnologia), Forças da Natureza (ventos, água e outros fenômenos naturais), “E se fez a luz” (o universo da luz), “Não siga a corrente (eletricidade), Arte (dedicada a história da arte), “A mesa está servida” (origem e utilidade dos alimentos), “Não me mate matemática” e Música, ondas e som.

Onde: JUNIN 1930 (dentro do Centro Cultural Recoleta)- Recoleta
Para maiores informações: www.mpc.org.ar
Museo Participativo de Ciencias Centro Cultural Recoleta Buenos Aires

* Museo de Arte Moderno de Buenos Aires (Mamba)

Foi criado em 1956 e reinaugurado em 2010.Em seu acervo permanente estão expostas obras de artistas argentinos das décadas de 40,50 e 60 e possui uma importante coleção de artistas internacionais reconhecidos, como os espanhóis Salvador Dalí, Pablo Picasso e Joan Miró, o francês Henri Matisse, entre outros. Também oferece exposições itinerantes.

Onde: SAN JUAN AV. 350 – San Telmo

Para maiores informações: www.facebook.com/museodeartemodernodebuenosaires

Foto: Reprodução

* Museo de la Ciudad

Criado em 1968, seu objetivo era conservar, investidar e difundir o patrimônio cultural e os costumes da cidade de Buenos Aires através de seus habitantes. Estão expostas fotos, móveis, cartões postais, revistas e até uma coleção de (pasmem!) penicos!

Onde: DEFENSA 223 – San Telmo

Para maiores informações: www.museodelaciudad.buenosaires.gob.ar

* Museo de la Pasión Boquense

Para os fãs de futebol, toda a história do Clube Boca Juniors (fica do lado da Bombonera). Além das camisetas de todas as épocas do clube, os troféus, fotografias, há uma área toda dedicada ao Maradona. Estátuas do próprio, do Riquelme e Palermo também fazem parte do acervo do museu.

Onde: BRANDSEN 805 – Boca

Para maiores informações: www.museoboquense.com

Foto: Reprodução

* Museo River

Pra ninguém ficar bravo, também tem o museu do River! É um dos maiores museus esportivos do mundo, com uma superfície coberta de 3.500 metros quadrados onde se exibe a historia do clube. Entre suas atrações se destaca uma homenagem a “La máquina” (célebre equipe do River da década de 1940) .

Onde: FIGUEROA ALCORTA, PRES. AV. 7597

 Para maiores informações: www.museoriver.com

* Museo de Bellas Artes de la Boca Quinquela Martín 

Conta com uma ampla coleção de óleos de Benito Quinquela Martín realizados entre 1922 e 1967. Ali pertinho, nas ruas do Caminito você pode ver mais obras do artista expostas a céu aberto.

Onde: DON PEDRO DE MENDOZA AV. 1835 – Caminito

Para maiores informações: www.museoquinquela.gov.ar

* Museo de los Niños Abasto

Sempre indico nos passeios com crianças porque foi super recomendado por amigos que viajaram com os pequenos. Trata-se de uma cidade a escala de crianças, no qual elas podem escolher uma profissão (podem brincar de ser médicos, prefeito, marinheiros de um barco, bancários), podem “fazer compras” em um supermercado, enfim, ter a vidade de gente grande (quem lembra do antigo “Parque da Mônica” e seu banco de mentira vai entender como esse museu deve ser o máximo!). É um museu para crianças até 12 anos e conta com um espaço para os menores de 3 anos.

Onde: Shopping Abasto

Para maiores informações: www.museoabasto.org.ar

Foto: Reprodução

* Museo del Bicentenario
Inaugurado nas comemorações do Bicentenário da Revolução de Maio, o museu propõe um recorrido pelos 200 anos de história argentina desde a Revolução de Maio de 1810 até os dias atuais.
Onde: PASEO COLON AV. 100 (atrás da Casa Rosada) – Microcentro
Para maiores informações: www.museobicentenario.gob.ar

Foto: Reprodução

* El Cabildo

Dentro do edifício há um museu que possui documentos, pinturas e objetos dos séculos XVII ao XX. Estão expostos o Estandarte Real e a “Arca de Caudales”, onde se guardavam as moedas arrecadadas pelo Cabildo através da cobrança de impostos. Também possui as localizações dos pontos geográficos mais importantes da cidade de Buenos Aires em 1810 e sua localização em 2010.

Onde: no edificio do Cabildo (na Plaza de Mayo) 

* Museo Mundial del Tango

O museu abarca um amplo setor do Palacio Carlos Gardel e é a sede da Academia Nacional do Tango. O museu realiza um recorrido pela história do tango desde 1850 até a atualidade, um local de venda de CD e outros objetos tangueiros.

 Onde: RIVADAVIA AV. 830 – San Nicolás
Para maiores informações: www.anacdeltango.org.ar

* Museo del Holocausto

O museu através de objetos, imagens e palavras conta a vida dos judeus na Argentina e na Europa, antes e durante la Segunda Guerra Mundial. Entre outras coisas, se exibe uma coleção de fotografias do alemão Heinz Jöst de 1941 no gueto de Varsóvia.

Onde: MONTEVIDEO 919

Para maiores informações: www.museodelholocausto.org.ar

Foto: Reprodução

* Museo Fotográfico Simik

Criado e dirigido por Alejandro Simik, um fotógrafo publicitário, tem como um dos objetivos a transmissão didática, visual e técnica da evolução da fotografia e das câmeras fotográficas desde a sua criação

Onde: LACROZE, FEDERICO AV. 3901 – Chacarita

Para maiores informações: www.museofotograficosimik.com

* Museo Bernardino Rivadavia (MACN)

É o museu mais antigo da Argentina, fundado em 1823. A coleção é uma das mais completas da América Latina. Se destacam las salas temáticas de Paleontologia, Geologia, anfíbios, repteis y artrópodes, entre outras.

Onde: GALLARDO, ANGEL AV. 490 (no Parque Centenário) – Caballito

Para maiores informações: www.macn.gov.ar

Foto: Reprodução

 * Museo Beatles

Nada mais, nada menos que a maior coleção particular de objetos dos Beatles, segundo o Guiness. O argentino Rodolfo Vazquez tem 10 mil itens mas o museu expõe 2000. O pessoal do Hypeness fez um post bem legal contando sobre a visita deles ao local. Confira aqui.

Onde: Paseo La Plaza – Av.Corrientes 1660

Para maiores informações: www.thecavern.com.ar

* Fundación Proa

Fomos uma vez para ver a exposição do Ron Mueck (tem post aqui. Galera de SP aproveita que a exposição é incrível e está chegando aí!) e adoramos o local.

É um espaço centrado na difusão dos grande movimentos artísticos do século XX, que também inclui propostas atuais e projetos especiais, nacionais e internacionais. Conta com uma programação de exposições temporárias, seminários, cursos, conferências e concertos.

Onde: Av. Pedro de Mendoza 1929 – Caminito

Para maiores informações: www.proa.org/esp

ATUALIZAÇÃO

* Museu de Cinema Pablo Ducrós Hickens (Dica da Gisele, do Aquí me quedo)

Como o próprio nome diz, um museu que conta com um enorme acervo de latas de filmes (da época do cinema mudo até agora), documentários nacionais e estrangeiros, cartazes de filmes, croquis, roteiros, peças de roupas usadas em filmes e objetos de personalidades do cinema.

Onde: Agustín R. Caffarena 51- La Boca

Para maiores informações: acessa o post completíssimo do Aquí me quedo aqui.

Foto: Gisele Teixeira

* Museo de Arte Contemporáneo de Buenos Aires (MACBA)

Fundado em 2012 com o propósito de difundir expressões artísticas atuais do cenário nacional e internacional, sua ampla coleção explora propostas e possibilidades de novas linguagens visuais, entre elas a de vanguarda, da abstração geométrica, sobretudo latino-americana.

Onde: Av. San Juan 328 – San Telmo

Para maiores informações: www.macba.com.ar

Foto: Reprodução Revista Ohlala

* Museo del Humor (MuHu)

Reúne as obras dos grandes mestres do desenho, ilustração e caricatura, assim como as primeiras historinhas e trabalhos das novas gerações, formando uma valiosa coleção do humor gráfico argentino e estrangeiro. Aí finaliza o Paseo de la Historieta, um  trajeto pelos personagens argentinos mais marcantes.

Atualmente está a exposição Quino por Mafalda” (ATÉ 16 DE NOVEMBRO) , em comemoração aos 50 anos da baixinha mais amada da Argentina.

Onde: Av. de los Italianos 851 – Puerto Madero

Para maiores informações: www.museos.buenosaires.gob.ar/muhu

Foto: Reprodução

Ufa! Se vocês tem algum outro museu querido do coração por terras portenhas, conte pra gente nos comentários!

Todos os endereços estarão mapeados no nosso mapa de posts,ok?
Aqui uma lista maior com todos os museus da cidade: www.turismo.buenosaires.gob.ar/es/article/museos-de-buenos-aires
Anúncios